Cuidados para curtir o Carnaval com os pets

07/02/2018 | Da Redação
Bem-estarBem-estar Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Medidas simples para não comprometer a saúde dos bichinhos

É possível cair na folia sem comprometer a saúde dos melhores amigos. “É preciso ficar atenta a questões como hidratação, sol forte, aglomerações, som alto, além do cuidado com fantasias e adereços, já que alguns produtos podem comprometer a saúde dos pets”, explica a veterinária Karina Mussolino, gerente de clínicas da Petz, rede de pet shops. Ela aponta algumas dicas de bem-estar para os bichinhos caírem na folia:

1) Escolha fantasias confortáveis

Evite as que tapam os olhos, dificultem a locomoção ou sejam apertadas. “Deixe uma folga de três dedos entre a roupa e o corpo, principalmente na região do pescoço”, ensina. Opte por tecidos leves ou apenas adereços, como bandanas, laços, gravatinhas e até adesivos próprios para eles;

2) Atenção ao sol e à hidratação

Debaixo de sol forte, eles correm o risco de ter hipertermia, ou seja, elevação excessiva da temperatura corporal. “Não exponha o pet diretamente ao sol, por períodos prolongados, entre 10 e 16 horas”, recomenda. Leve garrafinhas de água e caminhe à sombra. Use protetor solar animal nas orelhas, focinho e barriga;

3) Barulho tem limite

O som dos blocos e bailes costuma ser alto, e isso pode assustar ou incomodar os pets, já que possuem capacidade auditiva maior do que a nossa. “Por isso, é sempre melhor optar por eventos mais tranquilos ou próprios para animais”, aconselha a especialista.

4) Multidão com segurança

Muitos pets não estão acostumados com aglomerações e podem estranhar. “O uso de guias e coleiras é indispensável, seja qual for a situação. Esses acessórios evitam que se percam dos donos ou entrem em conflito com outros bichinhos”, afirma.

5) Vacinação em dia

É fundamental estar com a carteirinha em dia, pois o animal terá mais contato com outros pets, além das chuvas desta época do ano, que podem trazer risco de leptospirose.