Cinco hábitos para aliviar a ansiedade

18/05/2017 | atualizado em 22/05/2017 | Da Redação
Bem-estarBem-estar Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Saiba como descentralizar os pensamentos e dar atenção ao que realmente importa

mulher com ansiedade

Seja no ambiente pessoal ou profissional, a ansiedade leva a um excesso de preocupação que pode resultar na perda de controle da situação. “Independentemente de sua origem, essas sensações podem não ser tão favoráveis, por isso, é importante saber reconhecer os sinais do problema”, afirma Luciane Cadan, coach de realização pessoal e profissional, de São Paulo (SP).

Por mais estranho que possa parecer, o que caracteriza uma pessoa ansiosa é o fato de pensar. Pensar demasiadamente no futuro. Ansiando por coisas boas ou ruins, os ansiosos pensam demasiadamente, o que os coloca em um eterno labirinto. É a vontade de saber e controlar o futuro o que, normalmente, vem em conjunto a pensamentos negativos e projeções de situações.

O futuro é importante, mas a partir do momento em que essa preocupação lhe causa incômodos, é necessário dar uma atenção maior para que esse sentimento angustiante seja cessado

Segundo Luciane, preocupar-se com o futuro é importante, mas a partir do momento em que essa preocupação lhe causa incômodos, é necessário dar uma atenção maior para que esse sentimento angustiante seja cessado. Veja abaixo algumas dicas da especialista para relaxar e canalizar seus pensamentos com coisas que merecem mais atenção. Confira

Organize-se | A ansiedade também é causada pela preocupação com tarefas do dia a dia, e se você adia sempre estas tarefas, acaba se estressando pensando no que deveria ter feito e deixou para depois.  Se você é uma pessoa metódica e se preocupa com o futuro, crie uma agenda e anote todos os compromissos e tarefas, isso ajudará a ter uma melhor visibilidade dos seus dias.

Valorize-se | A ansiedade faz com que acreditemos que não somos capazes de conseguir realizar nossos objetivos e sonhos. Você é capaz, sim. Acredito em você mesmo.

Pratique exercícios físicos | Além de ser uma distração, o hormônio da endorfina liberado após uma atividade física traz a sensação de bem-estar, o que aliviará o sentimento de angústia causado pela ansiedade. Além disso, a partir do exercício físico, a norodrenalina e a serotonina, que auxiliam no equilíbrio do humor, são estabilizadas. E alimente-se bem.

Converse com alguém | Pessoas que enxergam as situações de um ângulo diferente podem te mostrar como a sua perspectiva sobre tal coisa pode estar distorcida.

Cultive o hábito de pensar positivo | A ansiedade somente será positiva caso te ajude a resolver algum problema. Caso contrário, só lhe trará angústia, palpitações, insônia e doenças crônicas. Para livrar-se da “doença do século”, como alguns especialistas a apelidaram, em primeiro lugar você deve observar-se, e a partir do momento em que nota que os seus pensamentos negativos e os problemas são projetados por você mesmo, é hora de mudar os hábitos e cuidar da sua saúde física e principalmente a mental. Equilíbrio é tudo!