Inimigos da voz

12/07/2018 | Da Redação
Bem-estarBem-estar Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Alguns hábitos podem comprometer a saúde vocal

Assim como outros cuidados relacionados à saúde, dar atenção à voz é uma questão de condicionamento físico, já que existem variações diárias de seu uso. De acordo com Talita Poli Biason, gerente médica da unidade MIP de Aché Laboratórios, é preciso adotar alguns cuidados para mantê-la em perfeito estado e ficar atenta a perigos corriqueiros.

Gritos e sussurros | Há momentos em que extravasamos emoções e outros que tentamos guardar segredos… Com isso, os gritos e sussurros fazem parte da rotina de todos. No entanto, é preciso tomar cuidado com o excesso desses hábitos, pois ambos provocam um esforço demasiado das cordas vocais e podem provocar lesões.

Fumo | Além de não ser benéfico para saúde, o cigarro só traz prejuízos. E com a voz não é diferente. O motivo? Causa irritação direta na cavidade oral e região das cordas vocais, além de provocar sintomas, como pigarros e tosses, causando incômodo e prejudicando o funcionamento adequado do aparelho fonador. O hábito de fumar também aumenta o risco de desenvolvimento de câncer de laringe.

Excesso de álcool | O álcool – principalmente os destilados, como pinga, vodca e uísque – provoca a irritação de toda a laringe (local em que se encontram as pregas vocais). Outro malefício que o hábito potencializa em indivíduos predispostos é o refluxo gastroesofágico, no qual as substâncias presentes no estômago voltam pelo esôfago. Os ácidos presentes nessa composição são prejudiciais para as cordas vocais.

Falta de repouso | Nas atividades físicas, quando músculos são muito trabalhados é preciso repouso para recuperá-los. Com a voz acontece a mesma coisa. Quando ela começa a falhar é preciso descansar as cordas vocais e ficar em silêncio. Boas horas de sono podem ser aliadas.

E por mais que muitas pessoas acreditem que essa atitude é indicada apenas para cantores, locutores, professores e demais pessoas que usam a voz profissionalmente, a prática é boa para todos.