Para dormir melhor

11/06/2018 | Da Redação
Bem-estarBem-estar Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Saiba quais são e como detectar distúrbios do sono

dormir melhor

Nada melhor do que uma boa noite de sono! É nesse período que o organismo volta à condição na qual iniciou o dia, em que acontece o relaxamento muscular e a redução da pressão arterial, dos batimentos cardíacos e da produção de urina.

Sem falar, que é o momento de consolidação da memória, do controle da temperatura corporal e da manutenção de diversos hormônios, como insulina – que controla a glicose no sangue –, a leptina (responsável pela saciedade), a grelina – responsável por estimular o apetite – e a somatotrofina, que age no crescimento.

“Por isso, que uma noite mal dormida pode comprometer o desempenho das atividades diárias, já que abala a concentração e gera alterações da memória e do humor, entre outros sintomas”, afirma Ester London, médica neurologista e especialista em sono do Hospital VITA, de Curitiba (PR).

Estima-se que 40% das pessoas sofram com esses sintomas, decorrentes de algum distúrbio de sono, como insônia, terror noturno, apneia e sonambulismo. De acordo com a especialista, para identificar o problema é necessário realizar exame de polissonografia, que fornece informações para o tratamento adequado.

Ester afirma que mudar alguns hábitos ajuda a melhorar a qualidade de sono. Veja algumas dicas para dormir melhor.

  1. Procure deitar e levantar no mesmo horário todos os dias;
  2. Desligue os eletrônicos (celular, tablet, computador) pelo menos uma hora antes da hora de dormir;
  3. Leia um livro ou escute uma música suave para relaxar;
  4. Tome uma bebida morna ou quente antes de dormir. Leite e chá são boas opções;
  5. À noite, prefira refeições leves;
  6. A temperatura do quarto também deve ser suave de no máximo 22 °C;
  7. Vista um pijama confortável;
  8. Sempre troque a roupa de cama, para que o ambiente esteja propício a um sono de qualidade;
  9. Evite atividades físicas perto da hora de dormir, prefira os alongamentos e relaxamentos;
  10. Evite ingerir bebida alcoólica ou com cafeína à noite;
  11. O sono é induzido pelo relaxamento e a falta de luz, então relaxe e deixe o quarto escuro para seu cérebro liberar a melatonina;
  12. Ao acordar e perder o sono, tente ler um livro. Isso pode facilitar o sono.