Pele protegida no frio!

08/07/2018 | Da Redação
Bem-estarBem-estar Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Dermatologista dá dicas

No verão é comum dar uma atenção extra aos cuidados com a pele, afinal, o sol provoca queimaduras, ressecamento e uma série de prejuízos. Mas, engana-se quem pensa que no inverno a pele está isenta de danos. Pelo contrário, o frio e a falta de umidade podem ser nocivos e influenciar na maciez e saúde da pele.

“Alguns quadros podem ser discretos e, às vezes, muito graves, com infecções secundárias causadas por bactérias, devido à coceira e às lesões na pele”, afirma Márcia Grieco, dermatologista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, em São Paulo (SP). Os ferimentos podem ocorrer em consequência da desidratação e abuso de banhos muito quentes e demorados, que deixam a pele mais sensível.

“Nessas ocasiões, o uso de buchas, esponjas, esfoliantes ou excesso de sabonete, danificam o manto lipídico da pele, que é uma barreira de gordura natural que não a deixa ressecar, perder água e ainda oferece uma flora benigna que a protege contra infecções”, explica.

Uma das doenças decorrentes desse quadro é o eczema, que deixa a pele extremamente ressecada e com áreas de vermelhidão e aspereza ― sobretudo nos braços, pernas e abdome. “As crianças, com pele mais delicada, muitas vezes, também apresentam a que denominamos de dermatite atópica (erupções que coçam e apresentam crostas), que surgem nos cotovelos, joelhos e pescoço”, salienta.

Há ainda a vermelhidão e o ressecamento das bochechas e coceira nos olhos. Outras doenças como psoríase, caracterizada pela presença de placas vermelhas com descamação na pele e no couro cabeludo, e a dermatite seborreica, conhecida por caspa, também ganham destaque nessa lista.  Veja abaixo como evitar esses problemas.

  1. Evite banhos muitos quentes e demorados;
  2. Não use buchas, esponjas e nem esfoliantes durante o banho;
  3. Não tome banho de banheira;
  4. Hidrate bem a pele após o banho. “Há várias substâncias como ureia, ceramidas e lactato de amônio, entre outras, que são higroscópicas e devolvem maciez e proteção à barreia lipídica”, ressalta. Em casos de eczemas, o uso de cremes com corticoides e anti-histamínicos (antialérgicos) devem ser considerados para aliviar a coceira, além de outros tratamentos específicos;
  5. Evite o uso de cremes ou loção com corantes ou perfumes;
  6. Use sempre sabonete neutro;
  7. Se possível, opte por usar roupas de algodão.