Coloque seu cérebro para trabalhar no modo executivo

08/02/2017 | atualizado em 12/02/2017 | Da Redação
Bem-estar
Facebook twitter E-mail Imprimir

Isso contribui com a capacidade de aprender, resolver problemas, tomar decisões e elaborar estratégias

Nem todo mundo tem facilidade para se organizar, resolver problemas ou tomar decisões. No entanto, de acordo com Solange Jacob, diretora pedagógica da SUPERA – rede de academias de ginástica para o cérebro –, de São José dos Campos (SP), todo cérebro é capaz de aprimorar suas capacidades. “Somos muito bons em muitas coisas, mas temos muitas habilidades frágeis que podemos desenvolver dentro das funções executivas do cérebro”, afirma. Essas funções contribuem com o desenvolvimento pessoal, acadêmico e profissional e podem ser divididas em três: controle inibitório, memória de trabalho e flexibilidade mental. Elas permitem identificar erros e corrigi-los, para uma melhor adaptação às necessidades diárias. E o melhor é que elas podem ser desenvolvidas desde a infância, com jogos de tabuleiros e dinâmicas em grupo. Confira abaixo cada uma das funções explicadas pela especialista.

Controle inibitório | Função que permite afastar pensamentos, emoções e ações prejudiciais. Além disso, ela evita tirar conclusões precipitadas, ajuda a encontrar soluções e ajustar estratégias de acordo com demandas e contextos adversos.

 

Memória de trabalho | Habilidade de manter e manipular informações mentais.

 

Flexibilidade cognitiva ou mental | Capacidade de inibir uma forma habitual de agir e evitar comportamentos de resistência e intolerância.