Celular no treino: pode ou não pode?

19/04/2017 | Da Redação
FitnessFitness Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Conheça as vantagens e desvantagens do uso do aparelho e decida

mulher utilizando celular no treino

Atualmente o celular é mais do que um aparelho digital: com ele é possível fazer ligações, enviar mensagens e acessar diversos dispositivos que facilitam cada atividade diária. Por isso, o dispositivo é considerado mais do que fundamental para os brasileiros e está sempre a mão, inclusive na academia. Para Jose Carlos Oliveira Junior, profissional de educação física e gerente da Academia Just Fit, de Taboão da Serra (SP), o assunto é delicado e ambíguo, já que o aparelho pode ajudar e atrapalhar o treino. E essa variação – de mocinho a vilão – está ligada ao perfil do usuário. Os mais focados tornam o celular um aliado, enquanto aqueles que estão começando a se adaptar a uma rotina de treinos podem ter no celular uma distração. O especialista listou abaixo algumas vantagens e desvantagens que o dispositivo pode oferecer. Confira!

Benefícios
1. Ajuda a definir o ritmo do exercício. “Quando a pessoa corre ou se exercita ouvindo música, a canção ajuda a determinar a intensidade da atividade física e até motiva o aluno”, diz Jose Carlos.

2. O cronômetro ajuda a determinar o tempo do exercício.

3. Alguns aplicativos incentivam a prática da atividade física.

 

Desvantagens
1. Distrações podem levar a machucados. “Quem se distrai facilmente pode acabar derrubando algum peso ou anilha, pode se distrair com o aparelho e acabar se lesionando”, explica.

2. Olhar toda hora para o relógio ou cronômetro pode atrapalhar o rendimento do aluno.

3. Algumas redes sociais promovem bate- papo e podem tirar o foco do exercício.