Cinco horários para encaixar os treinos na rotina

05/04/2017 | atualizado em 10/04/2017 | Da Redação
FitnessFitness Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Escolha o que melhor se adéqua a sua agenda de compromissos e comece já!

encaixar os treinos na rotina

Sua rotina não permite que você fique de duas a três horas se dedicando as atividades físicas? Então, está na hora de apostar em uma metodologia diferente, como o HIIT: sigla em inglês para Treinamento Intervalado de Alta Intensidade. “A proposta deste treino é elevar o nível de intensidade do exercício, e assim acionar mecanismos naturais do corpo que fazem com que o organismo utilize a gordura acumulada como fonte de energia por até 48 horas depois do treino”, explica Vinícius Possebon, criador do Programa Queima de 48 Horas, com atividades que duram entre cinco e 15 minutos, não exige equipamentos e podem ser realizadas em qualquer lugar e horário. O especialista sugere cinco horários diferentes para incluir os treinos no dia a dia cheio de afazeres. Veja!

Logo após acordar: ideal para quem tem rotina imprevisível | “A vantagem de treinar logo de manhã é que você já deixa seu corpo com total disposição para as atividades do dia”, destaca Possebon, que alerta para a alimentação antes do treino, que é importante para garantir energia. “Coma algo leve cerca de 40 minutos antes de treinar”.

Antes do almoço: para aproveitar aquele tempo entre uma atividade e outra | Como muitas mulheres – especialmente as mães que acompanham de perto a rotina das crianças – conseguem encontrar mais tranquilidade na hora anterior à chegada dos filhos para o almoço, a faixa de horário é a preferida de muitas delas. “Pessoas saudáveis podem realizar um treino do Q48 sem qualquer contraindicação. O ideal é que antes de iniciar a prática de qualquer atividade física a pessoa passe por uma avaliação médica”, incentiva o preparador físico.

No meio da tarde: perfeito para quem tem uma rotina flexível | “Quem é profissional liberal ou tem horários mais flexíveis consegue aproveitar o tempo entre 14h30 e 16h30 para fazer o treino”, explica. Segundo o coach, o horário é bom porque permite ao corpo tempo suficiente para descansar no fim do dia. “Também é um ótimo momento para tomar um banho, alguns minutos após o treino”, sugere.

Fim de tarde: a escolha certa para deixar o estresse ir embora | O horário mais utilizado para malhar entre as pessoas que frequentam academias, o fim de tarde é um dos mais fáceis. “Após a jornada de trabalho, colocar o corpo para queimar calorias é uma ótima maneira de reduzir o estresse”, indica Possebon.

Após as 22h: para se livrar das interrupções | Muito comum entre as jovens que estudam à noite, o treino nas últimas horas do dia é uma boa opção para finalizar o ciclo diário. “Algumas donas de casa também encontram neste horário uma forma de se exercitar sem serem interrompidas”, lembra. Para o especialista, muitas pessoas também melhoram a qualidade do sono quando se exercitam. “Mas é preciso tomar cuidado, porque algumas pessoas têm reações opostas com a atividade e podem ter dificuldades para reduzir o ritmo e demorar mais para dormir”, ressalta.