Mantenha-se sempre ativa

16/07/2017 | atualizado em 17/07/2017 | Da Redação
FitnessFitness Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Preparador físico lista as desvantagens de pausar o treino

mulher olhando relógio enquanto pratica corrida para ilustrar matéria sobre desvantagens de pausar o treino

Parou de treinar? Fique atenta: após três semanas de pausa o organismo não se comporta mais da mesma forma. De acordo com Vinícius Possebon, preparador físico e criador do programa Q48, os prejuízos aparecem a curto e a longo prazo.

“A curto prazo há a diminuição do VO2 máximo (ou seja, diminuição do fôlego), o que faz com que fiquemos fadigados mais rápido, fazendo pouco esforço. O metabolismo também começa a ser alterado e passa a queimar menos calorias em repouso. Já a longo prazo, há a diminuição de condicionamento físico e alteração dos marcadores bioquímicos do sangue (HDL colesterol)”,  explica.

Daí para o sedentarismo é um pulo, estado que enfraquece o condicionamento cardiovascular e dá início a problemas com pequenos esforços, como subir escadas ou correr para pegar ônibus.

“Para medir o esse condicionamento, é feito um teste de VO2 (fôlego). Se ficar abaixo do estipulado para a faixa etária, a pessoa corre o risco de ter um evento cardiovascular (problema no coração)”, ressalta.

Para Vinícius existem algumas dicas para manter-se saudável e ativa: “fazer aquecimento, começar aos poucos e treinar sem fazer esforço em demasia, alongar-se antes e depois e o mais importante: beber água e ter boa noite de sono para evitar lesões e contraturas musculares”, aconselha. Siga essas dicas e permaneça no ritmo dos treinos.