Saiba como o pilates age contra as cólicas menstruais

16/03/2017 | atualizado em 20/03/2017 | Da Redação
FitnessFitness Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Exercício alivia o incomodo, auxilia contra a TPM e, de quebra, trabalha o corpo

Beautiful and flexible. Young beautiful young woman in sportswear doing stretching while sitting in front of window at gym

Você mal consegue se movimentar com as dores de cólica menstrual? Então imagine um exercício que pode ajudar você a afastar esse incomodo e, de quebra, trabalhar força, flexibilidade e alongamento. Não é milagre, são os benefícios do pilates. Para entender como o método funciona é preciso compreender a cólica: dor provocada pelo aumento na liberação de prostaglandina, uma substância estimulante que contrai o útero, a fim de eliminar o endométrio em forma de sangramento durante a menstruação. O desconforto pode irradiar para as costas, os membros inferiores, causar queda de pressão, enjoos, dor de cabeça e calafrios. “Os exercícios específicos oferecidos pelo Pilates trabalham e ajudam a melhorar o funcionamento dos órgãos pélvicos e extrapélvicos, adequando o metabolismo, a fluidez entre os líquidos do corpo e o fluxo sanguíneo”, afirma Douglas Paiva, educador físico e fundador da Pure Pilates, de São Paulo (SP).

No período menstrual, a atividade realizada no centro de força, o abdômen, ameniza as dores. Porém, os exercícios do pilates devem ser menos intensos, controlando sempre a respiração para diminuir as tensões que potencializam as dores menstruais. De acordo com o especialista, por proporcionar vantagens ao bem-estar mental, o pilates também pode ser um aliado poderoso para as mulheres que sofrem com os desconfortos psicológicos típicos da tensão pré-menstrual – quadro conhecido como TPM –, como estresse, tristeza, ansiedade, nervosismo e fadiga. Que tal aproveitar os benefícios e já marcar uma aula experimental?