Saiba como o pilates age contra as cólicas menstruais

16/03/2017 | atualizado em 20/03/2017 | Da Redação
FitnessFitness Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Exercício alivia o incomodo, auxilia contra a TPM e, de quebra, trabalha o corpo

Você mal consegue se movimentar com as dores de cólica menstrual? Então imagine um exercício que pode ajudar você a afastar esse incomodo e, de quebra, trabalhar força, flexibilidade e alongamento. Não é milagre, são os benefícios do pilates. Para entender como o método funciona é preciso compreender a cólica: dor provocada pelo aumento na liberação de prostaglandina, uma substância estimulante que contrai o útero, a fim de eliminar o endométrio em forma de sangramento durante a menstruação. O desconforto pode irradiar para as costas, os membros inferiores, causar queda de pressão, enjoos, dor de cabeça e calafrios. “Os exercícios específicos oferecidos pelo Pilates trabalham e ajudam a melhorar o funcionamento dos órgãos pélvicos e extrapélvicos, adequando o metabolismo, a fluidez entre os líquidos do corpo e o fluxo sanguíneo”, afirma Douglas Paiva, educador físico e fundador da Pure Pilates, de São Paulo (SP).

No período menstrual, a atividade realizada no centro de força, o abdômen, ameniza as dores. Porém, os exercícios do pilates devem ser menos intensos, controlando sempre a respiração para diminuir as tensões que potencializam as dores menstruais. De acordo com o especialista, por proporcionar vantagens ao bem-estar mental, o pilates também pode ser um aliado poderoso para as mulheres que sofrem com os desconfortos psicológicos típicos da tensão pré-menstrual – quadro conhecido como TPM –, como estresse, tristeza, ansiedade, nervosismo e fadiga. Que tal aproveitar os benefícios e já marcar uma aula experimental?