Plié: confira os benefícios do agachamento na prática do balé

09/02/2017 | atualizado em 12/02/2017 | Da Redação
Fitness
Facebook twitter E-mail Imprimir

Além de contribuir com as coxas e glúteos, essa atividade ainda melhora a postura

Dancers in white tutu synchronized dancing on stage. Repetition.

A prática de agachamento traz uma série de benefícios para o corpo, como o fortalecimento e a tonificação dos quadríceps, posteriores de coxa e glúteos. E o interessante desse exercício é que é possível encontrar variações dele em diversas atividades, por exemplo no balé.No balé pilates nós trabalhamos com pliés, ou seja, a flexão dos joelhos com o tronco ereto,  occipital alinhado ao sacro [osso da parte inferior da coluna vertebral] e aos calcanhares, o que atribui ao exercício benefícios de estabilidade do tronco, centralização e fortalecimento do core, sem sobrecarregar os joelhos”, explica Audrea Lara, profissional de educação física do balé pilates, de São Paulo (SP). E dentro dessa modalidade ele pode ser dividido em dois tipos: plié em primeira posição e plié paralelo, que se diferenciam pelo ângulo de abertura dos pés. Confira abaixo os benefícios de cada um deles, explicados pela especialista.

Pliés em primeira posição

unspecified (2)

Nessa forma os calcanhares ficam próximos e a ponta dos pés distantes, como na imagem acima. “Trabalha mais os músculos vasto laterais, na flexão dos joelhos. Também exercita os adutores na extensão dos joelhos, quando indicamos para o aluno pressionar os calcanhares um contra o outro”, explica.

Plié Paralelo

unspecified (3)

“Trabalha com fortalecimento de forma excêntrica do quadríceps, o que resulta em desenvolvimento da musculatura fortalecida e alongada, músculo definido e longilíneo”, comenta Audrea.