Blog Pense Leve
Capa do mês
assine
Terça, 12 de janeiro de 2016, às 11h00

Dez alimentos que aceleram o metabolismo e contribuem com o emagrecimento

Se você deseja iniciar o ano perdendo calorias, o melhor é apostar na prática de atividades físicas e em uma alimentação balanceada, repleta de alimentos que aceleram o metabolismo. “A recomendação é seguir uma dieta durante todo o ano, mas para quem ainda não conquistou o corpo desejado, sempre é tempo de optar por alimentos mais leves e saudáveis, o que ajuda na perda de peso. É importante lembrar que, se o objetivo é emagrecer e reduzir medidas, aliar a boa alimentação a uma rotina de atividade física fará com que o resultado seja conquistado mais rapidamente”, comenta Fúlvia Gomes Hazarabeidan, nutricionista da academia Bio Ritmo. Confira dez alimentos, listados pela especialista, que possuem propriedades que beneficiam o funcionamento do organismo, ajudam a secar e contam com pouquíssimas calorias.

Abacaxi| Essa fruta tem ação antioxidante e anti-inflamatória e, ainda é rica em fibras e vitamina C.

Chá verde| Essa bebida auxilia na perda de peso, pois contém cafeína, substância que influencia no aumento da velocidade do metabolismo.

Chá de hibiscos| Possui ação antioxidante, contribui com o processo digestivo e ainda conta efeito diurético.

Gengibre| Contém baixo valor calórico, é termogênico natural e possui grande quantidade de vitaminas B3, B6 e C.

Aveia | Rico em fibras solúveis e insolúveis, esse alimento auxilia na perda de peso, pois aumenta a sensação de saciedade. E mais: ainda auxilia no controle glicêmico e ajuda a regular o intestino.

Semente de linhaça| É antioxidante e rica em fibras.

Pepino| É pouco calórico, ajuda na hidratação e tem efeito diurético.

Quinua| Possui altíssimo valor nutricional e conta com grande quantidade de  fibras. É uma ótima alternativa para substituir o arroz com feijão.

Ameixa preta seca| Ótima para ser consumida nos lanches intermediários, essa fruta conta com poucas calorias e é rica em fibras, que promovem o bom funcionamento do intestino.

Pimenta| Contém uma substância denominada capsaicina, que segundo estudos, estimula o sistema nervoso simpático e leva a uma diminuição do apetite.

Curta a fan page da Pense Leve no Facebook e siga o nosso Twitter!

Gabriela Martins

Segunda, 11 de janeiro de 2016, às 11h00

Frutas para hidratar!

No verão, nosso corpo libera uma maior quantidade de água para se manter na temperatura ideal e, por isso, é necessário aumentar o consumo de líquidos, seja por meio de bebidas ou de alimentos, para manter o organismo bem hidratado. Além de saborosas e nutritivas, as frutas são ideais para essa missão de manter os níveis de água do organismo, pois algumas delas são ricas nessa substância e ainda fornecem diversos nutrientes. “Recomenda-se consumir entre três e cinco porções de frutas por dia. Uma fatia média de melancia, duas de abacaxi ou três pedaços de melão, por exemplo, são ótimas opções de lanche da tarde e ajudam a manter o corpo hidratado devido à alta concentração de água que as compõem”, orienta Rosana Perim, gerente de nutrição do Hospital do Coração (HCor), de São Paulo (SP).

Se você fica em dúvida se deve consumir as frutas em forma de suco ou na versão natural, não se desespere: os dois modos são recomentados, pois fornecem água e nutrientes. No entanto, em forma de bebida, esses alimentos podem perder uma parte de suas fibras, itens que promovem um bom funcionamento intestinal. “É importante ressaltar que nada substitui a água e que o consumo de líquidos, ao longo de todo o dia, deve ser aumentado durante o verão” afirma a nutricionista. Para ajudar você a manter seu corpo hidratado, Pense Leve traz sete frutas ricas em água, listadas por Rosana Perin.

Abacaxi| Além de conter 87% de água em sua composição e ter baixo valor calórico (48 calorias em 100 gramas), ele ainda possui vitamina C, ácido málico e bromelina – substância que auxilia na digestão. 

Ameixa|  É rica em água e uma ótima fonte de potássio, ferro e cálcio. Conta com apenas 46 calorias em 100 gramas.

Laranja| Conhecida pelo alto teor de vitamina C, a laranja possui 89,6% de água em sua composição e contém fibras e antioxidantes.

Mamão| Ótima fonte de fibras e vitaminas A e C, essa fruta conta com 86% de água em sua composição. 

Melancia| Tem 90% de água em sua composição e é rica em vitaminas A, B6 e C, potássio, ferro, cálcio e licopeno.

Melão| Tem poucas calorias e grande quantidade de água. E mais: possui alto teor de cálcio, magnésio e vitamina C.

Pera| Contém grande quantidade de fibras (cerca de 2,5g por unidade), que promovem saciedade e ajudam a regular o intestino. Além disso, conta com 85% de água em sua composição.

Curta a fan page da Pense Leve no Facebook e siga o nosso Twitter!

Gabriela Martins

Domingo, 10 de janeiro de 2016, às 11h00

Macarrão prático de forno

Ingredientes
2 xíc. (chá) de sobras de espaguete cozido, picado grosseiramente
1 col. (chá) de amido de milho
1/2 xícara (chá) de leite
½ copo de requeijão (100 g)
6 fatias de peito de peru defumado cortado em tiras
4 col. (sopa) de palmito
2 xíc. (chá) de ramos de brócolis aferventados
1 col. (chá) de SABOR A MI Toque especial de Azeite e Ervas

Modo de preparo
Em uma tigela média, coloque o espaguete, o amido de milho já dissolvido no leite, o requeijão, o peito de peru, o palmito e os brócolis, e tempere com o SABOR A MI. Misture bem e transfira para um refratário pequeno. Leve ao forno médio (180 graus), preaquecido, por 10 minutos. Por fim, retire do forno e sirva em seguida.

Dica| Se preferir, substitua o peito de peru por 1 xíc. (chá) de sobras de frango assado e desfiado.

Rendimento| 4 porções

Tempo de preparo| 10 minutos

Crédito da receita| Cozinha Experimental da Ajinomoto do Brasil.

Curta a fan page da Pense Leve no Facebook e siga o nosso Twitter!

Gabriela Martins

Sábado, 09 de janeiro de 2016, às 11h00

Comece 2016 deixando o sedentarismo de lado

No início do ano, muitas pessoas colocam o desejo de perder uns quilinhos e começar a se exercitar como o primeiro item dos objetivos para o novo período. O erro que faz com que o sonho não se torne realidade é a pressa de atingir rapidamente as metas estabelecidas, o que segundo Helder Montenegro, fisioterapeuta e Diretor do Instituto de Tratamento da Coluna Vertebral, pode causar diversos incômodos. “Nessa época, as pessoas correm atrás de um 'corpo perfeito' de maneira 'cega'. É importante destacar que exercícios sem orientação profissional ou visando resultado a qualquer custo, normalmente, levam à sobrecarga de peso e podem provocar lesões nos ombros, joelhos e lombar”, afirma. 

 

Exercitar-se é essencial para o bom funcionamento do organismo, no entanto, eles devem ser feitos com acompanhamento médico para não causar lesões. Ou seja, vá com calma! Antes de escolher a atividade e começar a realizá-la, faça uma avaliação física, para conhecer suas limitações e não sobrecarregar seu corpo. Segundo o fisioterapeuta, também é interessante formular programação de trabalho para toda a semana, com a orientação de um profissional de educação física. Assim, você poderá ter o estímulo equilibrado dos grupos musculares. “Apesar de ser uma dica mais básica, é sempre bom frisar a importância do aquecimento antes do início dos exercícios, já que é um cuidado que quase sempre é negligenciado na academia. É fundamental que todos tenham a consciência também que não se deve trabalhar com carga maior do que é capaz”, alerta Montenegro.

Para quem deseja praticar aeróbicos, o melhor é começar de forma leve e aumentar a intensidade ao longo do treino. “O ideal é que se inicie com uma caminhada moderada e permaneça nesse treinamento até a pessoa se sentir pronto para incluir trotadas”, explica. Além disso, é muito importante utilizar itens adequados, como roupas que fornecem respiração e tênis que reduzem o impacto, como também protegem os membros. E mais: “enquanto estiver correndo, mantenha o tronco ereto, como se existisse uma linha que o puxasse para cima pela cabeça. Procure contrair levemente a parede abdominal, sem murchar ou estufar a barriga, sempre que se lembrar durante os treinos. Esses cuidados simples ajudam na prevenção contra as dores nas costas, queixa tão comum entre os corredores”, explica o fisoterapeuta.

Curta a fan page da Pense Leve no Facebook e siga o nosso Twitter!

Gabriela Martins

Sexta, 08 de janeiro de 2016, às 11h00

Confira sete itens funcionais para levar na bagagem

Se você vai viajar, nada de preguiça: é possível praticar exercícios físicos, mesmo longe da academia. Uma das opções para manter o corpo em forma durante esse período é carregar na bagagem alguns equipamentos funcionais que cabem na mala e podem te ajudar a praticar em diversos ambientes. Confira sete itens listados por Damaris Dias, professora de educação física da Smart Fit, e saiba os benefícios de cada um deles:

TRX| A fita de suspensão é prática e pesa muito pouco na bagagem. “É um item prático, compacto e pode ser usado em qualquer lugar. É um equipamento completo, que trabalha todas as regiões do corpo”, explica a professora Damaris. Segundo o especialista, o equipamento trabalha força, resistência, equilíbrio e coordenação motora.

Mini Ball| Segundo Damaris, o equipamento é de fácil armazenamento pois pode ser inflado e esvaziado , o que proporciona mais espaço e menos peso na mala. O item contribui com o ganho de força, equilíbrio estático, além de resistência muscular. “Pode ser utilizado deitado ou em pé. Dependendo do movimento, trabalha adutores, peitorais, glúteos”, comenta Dias.

Disc Sit| O disco trabalha peitoral, membros inferiores, musculatura abdominal e lombar. “É um dos itens usados no pilates e promove grande ativação dos chamados proprioceptores, receptores encontrados mais internamente na musculatura”, afirma a professora da Smart Fit. Trabalha isometria, força, equilíbrio estático e recuperado e também resistência muscular. Uma sugestão é apoiá-lo sobre o chão e efetuar movimentos sobre ele com pés, braços ou musculatura lombar. Trabalha peitoral, membros inferiores, musculatura abdominal e lombar.

Mini Band| A faixa elástica é leve e ocupa pouquíssimo espaço. “Para trabalhar força, resistência e força isométrica, é possível utilizar o produto envolvido nos tornozelos, braços ou apoiado sob um dos pés e utilizando um dos braços para ativar abdutores, glúteos e musculatura abdominal”, explica a professora de educação física.

Escada funcional| Esse item é ideal para ser alocado na mala, pois é dobrável. “Posicionada no solo, o praticante precisa considerar uma sequência de movimentos coordenados no menor tempo possível, aumentando sua dificuldade após o sucesso de cada passagem para trabalhar membros inferiores e superiores, dependendo do movimento a ser executado”, sugere.

Corda| É de fácil manuseio, ajuda a trabalhar a coordenação e promove queima calórica, além de proporcionar agilidade e equilíbrio.

Chapéu chinês| “Compacto e com grande grau de utilização para perda calórica, ele trabalha agilidade, coordenação, potência, velocidade de reação, core e membros inferiores”, informa.

Curta a fan page da Pense Leve no Facebook e siga o nosso Twitter!

Gabriela Martins

2753 ocorrências
Página anterior
Próxima página
Nossas redes sociais: facebook.gif (4.244 bytes) orkut.gif (4.457 bytes) twitter.gif (4.647 bytes) youtube.gif (4.358 bytes) zinio.gif (4.432 bytes)

Post

Acesse já a nossa calculadora e descubra já seu índice de massa corporal!

Para manter a saúde e o corpo em dia, o ideal é praticar atividades físicas pelo menos duas vezes por semana. Com que frequência você faz algum tipo de exercício?

Diariamente Duas ou três vezes por semana Não pratico Somente aos finais de semana Uma vez por semana

Manutenção de WEBTASK serviços para internet