Cinco alimentos indicados para o cardápio noturno

10/07/2018 | Da Redação
NutriçãoNutrição Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Menu do jantar influencia no sono, no metabolismo e na disposição no dia a dia

Qual foi a sua última refeição ontem? O que você está programando para o jantar de hoje? Essas respostas estão diretamente ligadas à qualidade do seu sono, o bom funcionamento do seu metabolismo e à sua disposição no dia a dia. De acordo com Sandra Wages, nutricionista da Granja Mantiqueira,de Itanhandu (MG), é importante incluir alimentos que causam saciedade e que tenham poucas calorias.

“É possível associar alimentos ricos em vitaminas, proteínas e nutrientes, com baixo teor calórico. Além disso, os que contêm vitamina B6 também são benéficos, por colaborar para uma boa noite de sono”, afirma.

Para Ludimilla Gouvêa, nutricionista da Clínica Andrea Santa Rosa, do Rio de Janeiro (RJ), a oferta de calorias não pode ser maior do que o necessário, senão o corpo começa a armazenar gordura. E mais: nada de deitar assim que comer. “É preciso digerir a comida e respeitar o intervalo de 40 minutos, pelo menos”, orienta.

Alimentos gordurosos, bebidas alcoólicas e produtos ricos em cafeína devem ser esquecidos na hora do jantar e até quatro horas antes de dormir. “São alimentos que só causam insônia, azia e mal estar”, ressalta Sandra.

Veja abaixo alimentos que podem compor o menu noturno.

Abacate | Contém substâncias que controlam o colesterol e o índice de açúcar no sangue.

Abacaxi | Ajuda no processo de digestão, tem ação diurética e reduz inchaços.

Brócolis | Vegetal que realiza um detox no fígado, responsável também por eliminar toxinas.

Iogurte sem lactose | Proteína de ótima digestão.

Ovos | Reúnem nutrientes e vitaminas importantes para a saúde, como a colina, substância que ajuda na memória. Comer, de preferência, cozido.