Couve: aliada do pós-treino

15/07/2017 | atualizado em 17/07/2017 | Da Redação
NutriçãoNutrição Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Conheça os benefícios dessa folha e indicação de consumo

couve

Quer uma dica de alimento leve e indicado para o pós-treino? Aposte na couve! A folha está cada vez mais deixando de ser coadjuvante para ocupar um lugar de destaque na dieta equilibrada. Além de ter sabor agradável, o alimento também tem importante papel  nutricional.

“A couve contém magnésio, um mineral que além de ajudar no relaxamento muscular, auxilia também na melhora do humor”, afirma Theo Webert, médico de São Paulo (SP). Para ele, a verdura tem ação cicatrizante, anti-inflamatória, ajuda na desintoxicação e na absorção do cálcio.

“Recente estudo realizado pela Universidade de Rush, nos Estados Unidos, revelou que além de tudo a verdura também é excelente também para o cérebro”, ressalta. A couve é uma boa fonte vital de minerais como ferro (previne a anemia), fósforo (para os músculos e ossos), cobre, que ajuda na absorção de ferro, manganês e selênio, necessário para a tireoide e também um poderoso antioxidante.

Outro benefício da couve é a presença de minerais como potássio, um dos responsáveis pela manutenção do equilíbrio hidroeletrolítico

Outro benefício da couve é a presença de minerais como potássio, um dos responsáveis pela manutenção do equilíbrio hidroeletrolítico, contração muscular, funcionamento cardíacoe participação da transmissão dos impulsos nervosos. “Além do zinco, importante tanto para a síntese de células imunológicas como em sua ação de defesa contra vírus, bactérias e fungos”, salienta.

E se você não é acostumada a incluir a folha nas refeições, a dica é ingerir um suco com o alimento. A bebida pode ser consumida todo dia pela manhã, sem abdicar de uma refeição balanceada e completa no restante do dia. “Lembre-se que o suco de couve com limão deve ser consumido sempre fresco em no máximo 30 minutos após preparo, para que não perca as propriedades e nutrientes”, aconselha.