Atletas devem seguir dietas individualizadas

11/05/2017 | atualizado em 15/05/2017 | Da Redação
NutriçãoNutrição Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Cada individuo deve levar em consideração suas características e objetivos

mulher consumindo dieta individualizada

Tipo de modalidade, individualidade biológica, nível de aptidão física… Esses são alguns fatores que impedem a formulação exata de uma dieta única para diversos atletas. “Cada indivíduo tem uma necessidade energética e um metabolismo diferente. O treinamento, a suplementação e a dieta devem ser pensadas caso a caso”, comenta Elaine de Pádua, nutricionista de São Paulo (SP).

De acordo com a especialista, cada atleta deve buscar a sincronização da ingestão calórica com a demanda energética imposta pelas diferentes fases e sessões do treinamento. A especialista explica que para um atleta que quer emagrecer o ideal é fazer uma restrição calórica, consumindo alimentos com baixo teor de gorduras e evitando o consumo de carboidratos refinados.

Boas opções são: carboidratos integrais (pães e massas integrais), além de beber muita água e chá diurético, que auxilia no emagrecimento. “É necessário ter um déficit calórico, ou seja, as calorias ingeridas devem ser menores do que as gastas”, acrescenta Elaine.

Para emagrecer é preciso ter um déficit calórico, ou seja, devemos gastar mais colorias do que ingerir

Para os atletas que querem ficar mais saudáveis, a nutricionista aconselha, para as mulheres, ficarem abaixo do IMC=12, o que pode causar algumas alterações no organismo, como a amenorreia (ausência da menstruação). “É necessário um aporte correto de calorias. Dependendo do gasto energético, é preciso aumentar ou diminuir essas calorias, para não ocorrer perda de peso e sim, uma manutenção dele”, diz.

Já os que desejam ganhar massa, o ideal é o consumo a partir de 1,8g/kg de proteínas por dia. “O desempenho de um atleta não depende somente de suplementos, se vários atletas ingerirem um determinado suplemento, não quer dizer que a performance de todos será igual. Sendo assim, é importante levar em consideração o que cada atleta precisa e qual é a melhor recomendação para ele”, finaliza a Elaine.