Seis fatores que comprovam os benefícios do ovo

09/05/2017 | atualizado em 10/05/2017 | Da Redação
NutriçãoNutrição Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Alimento é essencial no cardápio saudável

cesta de ovos ilustrando os benefícios do ovo

Alimentação nutritiva e saudável: essa é a preocupação de muitos brasileiros na atualidade. E um dos ingredientes que não pode faltar no cardápio é o ovo. Isso mesmo! Mesmo sendo considerado vilão da alimentação por muitos anos, o alimento é tido hoje como um aliado da vida saudável.

Para provar, Pense Leve traz abaixo as principais características e benefícios do ovo, listados por Lúcia Endriukaite, nutricionista do Instituto Ovos Brasil, de São Paulo (SP). Confira!

  1. Alimento completo | Depois do leite materno, o ovo é considerado o alimento mais completo em termos nutricionais. Em média, um ovo tem apenas 70 calorias e possui vitaminas A, D e E, ácido fólico, além de colina e diversos minerais.
  1. Fonte de colina | A gema do ovo é excelente fonte de colina, essencial para o desenvolvimento do sistema nervoso central e para a prevenção de anomalias fetais. Dois ovos por dia correspondem à metade das necessidades diárias de uma gestante.
  1. Rico em proteínas | As proteínas de alta qualidade do ovo contribuem para a sensação prolongada de saciedade e para manter a energia do organismo. Além disso, favorecem o ganho de massa muscular e previnem a perda em pessoas idosas.

As proteínas presentes no ovo favorecem o ganho de massa muscular

  1. Antioxidantes | O ovo tem ação antioxidante e contém os carotenoides luteína e zeaxantina, que dão cor à gema. Protege os olhos da luz solar, evitando a degeneração macular relacionada à idade.
  1. Minerais | Micronutrientes fundamentais para o organismo, pois participam de forma intensa na função estrutural de músculos e ossos, transmissão de impulsos nervosos, transporte de nutriente etc. O ovo contém vários minerais como cálcio, ferro, zinco, fósforo, potássio, magnésio, sódio e quantidade expressiva de selênio. Um ovo possui aproximadamente 15 mcg de selênio e representa 33% das necessidades diárias de um adulto.
  1. Mito do colesterol | Produzido no fígado, o colesterol é uma substância essencial para o organismo. Estudos recentes comprovam que não há relação direta entre ingestão de colesterol dos alimentos e ocorrência de doenças cardiovasculares.