Saiba o que fazer diante da fome noturna

22/10/2017 | Da Redação
Nutrição Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Especialista explica qual o melhor caminho para não prejudicar a saúde e boa forma

mulher em frente à geladeira para ilustrar matéria sobre fome noturna

Ficou acordada até mais tarde limpando a caixa de e-mails, revisando os materiais para a reunião, ajudando as crianças na lição de casa ou, até mesmo, assistindo um filme e sentiu aquela fome chegar de mansinho? Se a resposta for sim, provavelmente você viveu a dúvida de ir para cama com fome ou esperar o café da manhã.

Diante desse cenário, vale a pena lembrar que consumir alimentos muito pesados à noite nunca é a escolha certa, mas dormir com fome também não é o ideal. “Para termos uma boa noite de sono é importante não estarmos com fome ou com a barriga muito cheia, porém comer muito tarde pode causar prejuízos ao organismo”, explica Isabella Vorccaro, nutricionista funcional e holística, de São Paulo (SP).

Para termos uma boa noite de sono é importante não estarmos com fome ou com a barriga muito cheia

Entre os problemas que esse hábito pode causar estão: má digestão, inchaço e má qualidade do sono, que pode levar à pouca energia e fadiga e, a longo prazo, ao ganho de peso. “O ideal é fazer um ranking para descobri com quanta fome você está, avaliando a sensação de fome de um a dez, sendo o um apenas uma vontade de comer (ou comer por tédio) e dez extremamente esfomeada”, sugere.

Para especialista, se você estiver no seis, o ideal é fazer um lanchinho com menos de 200 calorias. Mas se a fome estiver abaixo de 5, a dica é beber água ou uma xícara de chá e ir dormir, isso porque para muitas pessoas a fome a noite geralmente é induzida pelo estresse ou tédio.