Conheça os benefícios das gorduras poli-insaturadas

18/10/2017 | atualizado em 23/10/2017 | Da Redação
NutriçãoNutrição Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Ômegas 3 e 6 fazem parte desses ácidos graxos aliados da saúde

alimentos ricos em gorduras poli-insaturadas

As gorduras poli-insaturadas ômega 3 e 6, estão diretamente relacionadas a prevenção de problemas cardíacos. Mas, afinal, quais são os alimentos em que podem ser encontradas? Peixes e óleos vegetal são boas fontes desses ácidos graxos, que aliados a pratica de atividade físicas regulares formam um verdadeiro escudo contra doenças, reduzindo o colesterol ruim no sangue.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), infarto e derrame ainda são a principal causa de morte no mundo. Estima-se que 17,5 milhões de pessoas morrem todos os anos por complicações relacionadas ao coração. O mais alarmante é que a maior parte dessa estatística ocorre em países de baixa e média renda, como o Brasil.

Por isso, é fundamental introduzir alimentos ricos em ômega 3 e 6 no dia a dia. A nutricionista Elizabeth Vargas, de Becel, de São Paulo (SP) explica que o consumo de alimentos fonte de gorduras de origem vegetal ainda tem certa resistência por parte dos brasileiros. “Mas o que nem todos sabem é que eles normalmente trazem muitos benefícios para a prevenção de doenças do coração já que não possuem colesterol, tem características que reduzem inflamações, além possuírem substâncias antioxidantes, vitaminas e minerais que quando ingeridos com regularidade, auxiliam no equilíbrio do organismo combatendo os radicais livres, agentes que podem contribuir para a prevenção do envelhecimento das células do corpo”, afirma.

O Ômega 6, é mais comum em óleos vegetais como de soja, canola, milho e girassol

O ômega 3 pode ser encontrado em alimentos de origem vegetal como: sementes e óleos vegetais a exemplo da canola, linhaça e nozes. Além disso, essa gordura também pode ser adquirida por meio do consumo de peixes, como atum, salmão e sardinha. Já o Ômega 6, é mais comum em óleos vegetais como de soja, canola, milho, girassol. Ele também pode ser encontrado em alimentos produzidos a partir desses óleos, como cremes vegetais que possuem naturalmente esse tipo de gordura boa.

As gorduras poli-insaturadas também auxiliam na imunidade, tem ação anti-inflamatória que ajuda na recuperação de lesões, diminuem os riscos de obtenção de câncer e contribuem para um melhor funcionamento do cérebro. “Essas gorduras insaturadas contêm nutrientes essenciais ao corpo e que não são fabricados pelo nosso organismo diretamente, como os ômegas 3 e 6.  A alimentação, portanto, é a principal forma de acesso a esses nutrientes”, conclui Elizabeth. Como conseguir aderir a estes hábitos? A especialista cita abaixo algumas dicas para você manter a saúde do seu coração sempre em dia. Veja!

  1. No dia a dia é importante considerar substituir a manteiga, rica em gorduras saturadas, pelo creme vegetal, por exemplo, que contém ômega 3 e 6.
  2. Outro ponto importante é dar preferência ao consumo de leite e seus derivados desnatados como os iogurtes e queijos com baixo teor de gordura, como cottage ou ricota.
  3. Na escolha das carnes, prefira as que sejam mais magras e tenham menos gorduras aparentes, além de incluir na alimentação peixes como salmão e atum, pelo menos duas vezes na semana.
  4. Consultas regulares ao médico também são essenciais para avaliar fatores de risco ao coração, tais como, níveis de colesterol, pressão arterial e avaliação física.
  5. Exercícios físicos ao menos três vezes por semana também ajudam a manter a saúde do coração em dia.