Vilões da alimentação

13/04/2018 | Da Redação
NutriçãoNutrição Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Eles colocam a saúde em xeque e ainda acabam com a dieta

Além de fazer disparar o ponteiro da balança, os itens processados, industrializados, ricos em corantes, conservantes e gorduras trans também colocam a sua saúde em risco quando consumidos em excesso. Isso porque estão diretamente ligados ao alto nível de colesterol e problemas cardiovasculares. Confira os itens que merecem a sua atenção, listados por Paula Castilho, nutricionista da Sabor Integral, de São Paulo (SP).

Carne processada | Salaminho, presunto e salsicha são alguns alimentos que estão nessa categoria e, além de serem ricos em gordura – que podem elevar o colesterol –, também contêm grande quantidade de toxinas que dificultam o emagrecimento. E mais: as carnes processadas também possuem nitrito e nitrato – substâncias conservantes que são consideradas cancerígenas – e grandes quantidades de sal, que elevam a pressão arterial.

Salgadinhos | Tanto os de festa como os industrializados são ricos em gordura saturada e gordura trans, responsáveis pelo aumento de peso e o entupimento das veias, que provocam doenças do coração. Essa gordura também favorece o acúmulo de gordura abdominal.

Refrigerante| As versões normais da bebida contêm grande quantidade de açúcar. Por sua vez, a versão zero tem muito mais sódio, o que desequilibra o organismo e desidrata.

Sorvete | Geralmente são ricos em gorduras trans e outros químicos que, além de aumentarem o colesterol, colaboram com o aumento do peso, fator que é estimulado pela quantidade de calorias e açúcares do alimento.

Fast Food | As entregas chegam à sua casa rapidinho, no entanto, levam consigo muitas calorias, muito sódio, muitos conservantes químicos e muita gordura trans. Sem falar que ficam devendo nutrientes, o que mata a fome por um curto espaço de tempo e prejudica a saúde e a dieta.

Pão branco | É pobre em nutrientes e tem curto período de saciedade, o que dificulta a perda de peso. E mais: pode piorar a saúde intestinal por conter grande quantidade de fermento e açúcar, ingredientes presentes na farinha branca.