Ômegas para o coração bater mais forte

22/12/2016 | atualizado em 13/01/2017 | Da Redação
Nutrição
Facebook twitter E-mail Imprimir

Esse ácido graxo está presente em pescados, castanhas e óleos vegetais

Quantas vezes por semana os peixes estão presentes no seu cardápio? A recomendação é que os pescados substituam as carnes de duas a três vezes nesse período. O consumo de pescados – assim como de óleos vegetais e seus derivados (como creme vegetal) – contribui para o fornecimento de nutrientes essenciais que o corpo não é capaz de produzir sozinho, como os ômegas 3 e 6. “Os ômegas têm função importante na manutenção de níveis adequados de colesterol e na prevenção de doenças crônicas, auxiliando na saúde do coração e a garantindo uma alimentação equilibrada e saudável”, afirma Bianca Chimenti, nutricionista da clínica Nutrioffice, de São Paulo (SP).

De acordo com a especialista, para reduzir o risco de doenças cardiovasculares em até 10%, o ideal é substituir 5% do valor calórico total que vem das gorduras saturadas por gorduras “boas”, as insaturadas. Um artigo sobre prevenção de doenças cardiovasculares divulgado recentemente pela Sociedade Europeia de Cardiologia enfatiza que o mais importante do que o total de gorduras ingeridas é a qualidade delas. Ao substituir 1% de energia vinda de gorduras saturadas “ruins” por poli-insaturadas “boas”, o risco de doenças arteriais coronarianas diminui de 2 a 3%. Esses ácidos graxos considerados bons também podem ser encontrados em nozes, castanhas e amendoim. Confira abaixo as dicas da nutricionista para incluir na dieta alimentos que contenham ômegas 3 e 6, e turbinar a saúde do coração.

  1. Substitua o consumo de carne vermelha por peixes, como salmão, atum e sardinha, de duas a três vezes por semana para ingerir ômega 3.
  1. Nozes e castanhas podem ser uma opção de lanche entre as refeições para contribuir com gorduras boas!
  1. Cremes vegetais são produtos a base de óleos vegetais e contêm ômegas 3 e 6, sendo opções saborosas para incluir tanto no café da manhã quanto em preparações, principalmente para substituir a manteiga, que tem um teor maior de gorduras saturadas.
  2. O consumo de 25 gramas de proteína de soja por dia, dentro de um estilo de vida saudável, também ajuda a diminuir o colesterol.
  1. A aveia vai muito bem com frutas e vitaminas. Além de adicionar sabor, ela é rica em beta glucana, um tipo de fibra que ajuda a diminuir a absorção de gorduras!