Saiba quais alimentos consumir para amenizar os sintomas da menopausa

11/02/2017 | atualizado em 12/02/2017 | Da Redação
Nutrição
Facebook twitter E-mail Imprimir

Ondas de calor, insônia e alteração de libido estão entre esses sintomas

Soy beans in a Bowl

A menopausa (interrupção dos ciclos menstruais) é uma fase da vida da mulher que se inicia entre os 45 e 50 anos de idade e acarreta em uma série de sintomas, como ondas de calor, insônia, incontinência urinária e alteração de libido. “Alguns sinais podem aparecer mais tardiamente como alterações de humor/depressão, doenças cardiovasculares, osteoporose, doença de Alzheimer”, completa Luciana da Costa, nutricionista do Hospital e Maternidade Santa Joana, de São Paulo (SP).  E o que muitas pessoas não sabem é que a alimentação pode interferir diretamente nesse quadro, intensificando ou amenizando os indícios. Confira abaixo alimentos que são vilões e aliados da menopausa.

Vilões |Alimentos condimentados, apimentados ou processados elevam a temperatura corporal e pioram as ondas de calor; o chocolate aumenta a ansiedade e pode piorar a insônia. O ideal é preferir as versões com 70% de cacau. Chá, café, refrigerantes e bebidas alcoólicas são alimentos estimulantes, pioram a insônia, aumentam as ondas de calor e diminuem a absorção do cálcio. Preparações gordurosas – carnes gordurosas, leites e derivados gordos – elevam o risco de doenças cardiovasculares”, lista Luciana.

Aliados | A primeira indicação da nutricionista é apostar nas isoflavonas, que podem ser encontradas em alimentos a base de soja – como extrato de soja, soja em grãos, proteína texturizada de soja, missô, tofu –, pois essa substância reduz as ondas de calor. “As lignanas podem auxiliar a melhorar os sintomas da menopausa, pois tem papel importante na regulação hormonal. A maior fonte de lignanas é a semente de linhaça dourada, que além de auxiliar na reposição hormonal, também atua aumentando os níveis de colesterol HDL [bom]e reduzindo o colesterol LDL [ruim] e, consequentemente, prevenindo doenças cardiovasculares. A forma de consumo da semente de linhaça é deixar  uma colher de sopa de semente de molho em meio copo de água, por 4 a 5 horas. O gel que se formará pode ser consumido com frutas ou iogurtes”, explica.  Além disso, Luciana indica o consumo de alimentos fontes de cálcio e vitamina D, para manter a saúde óssea. “Nos anos que antecedem a menopausa e após a menopausa, o peso pode aumentar em média 0,8kg de peso por ano, por isso o controle de peso é fundamental para evitar a obesidade e as doenças cardiovasculares. O uso de suco de uva integral tem resveratrol, que auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares”, finaliza.