Sensação de ouvido entupido é mais comum em bebês e crianças

09/01/2018 | Da Redação
SaúdeSaúde Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Nos pequenos, as características anatômicas e funcionais da tuba auditiva favorecem o problema

médico analisando ouvido entupido de criança

A autofonia, conhecida popularmente como “ouvido entupido”, pode ocorrer por conta de mudança de altitude, cerume, problemas odontológicos, disfunção na trompa de Eustáquio, dentre outros fatores. Otites e perdas auditivas podem ocorrer, em casos de persistência das obstruções.

A Tuba Auditiva ou Trompa de Eustáquio é responsável por fazer a ligação do ouvido médio à faringe, por manter o equilíbrio entre a pressão atmosférica e a pressão interna da orelha média e por impedir o acúmulo de secreções drenando o interior dessa mesma região.

Segundo Andréa Abrahão, fonoaudióloga e diretora técnica da Direito de Ouvir, os bebês e as crianças são os que mais sofrem com a autofonia, devido às características anatômicas e funcionais da tuba auditiva, que favorecem o entupimento.

Recomendações

A especialista ressalta que não é indicada a utilização de qualquer substância sem prescrição médica, assim como se deve evitar o uso de hastes flexíveis e a introdução de qualquer outro objeto, já que podem danificar a membrana timpânica e provocar perdas auditivas, que dificilmente serão revertidas. “Ao menor sinal de ouvido entupido, procure um especialista”, conclui.