Cabelo liso e saudável já!

Procedimentos para alisar o cabelo podem tornar os fios secos, quebradiços e opacos. Especialista dá dicas de como evitar o problema

O uso constante de técnicas para conquistar o liso perfeito pode causar danos sérios aos cabelos. “A chapinha e o secador, quando utilizados em temperaturas muito altas e sem protetor térmico, podem causar ressecamento extremo e queimaduras nos fios. Em alguns casos, o dano é tão grande que é praticamente irreversível”, alerta Rita Paixão, cabeleireira do Lefil Beauty, em São Paulo (SP).

Prevenindo danos

Portanto, alguns cuidados na hora de utilizar a chapinha e o secador são essenciais.

“Com relação ao secador, o mais importante é não o utilizá-lo em temperaturas muito quentes, pois se ele ficar muito tempo na mesma mecha pode que causar queimaduras. No caso da chapinha, o principal cuidado é não usá-la todos os dias. O excesso de calor pode deixar os fios sensíveis e desbotados, além de causar grande ressecamento, interferindo até mesmo no resultado dos processos químicos. É importante também não utilizar a chapinha com o cabelo molhado, pois a água facilita danos nesse caso”, alerta a especialista.

Proteção é tudo

Além disso, antes de usar chapinha e secador, passe um bom protetor térmico para evitar a desidratação do fio. Ele funciona como uma película que impede o calor de causar grandes danos aos fios. “Deve ser aplicado em pequenas quantidades, espalhadas por todos os fios antes de expor os cabelos ao calor extremo”, ensina a profissional. Ela recomenda também o uso de um selador de cutícula ao final do processo.

E a progressiva?

É preciso cuidado redobrado ao fazer o procedimento. “Observe quais produtos serão usados. Os à base de ácidos ressecam, já que absorvem a água dos fios. Sem contar os danos da chapinha, usada para selar os fios”, explica Rita.

Além disso, o ideal é esperar no mínimo 3 meses entre um processo químico e outro e retocar apenas a parte que cresceu, mais próxima da raiz, refazendo todo o comprimento só quando necessário. “Após o processo químico é essencial que você realize uma hidratação de acordo com a necessidade do cabelo”, completa a profissional.

UTI para os fios

Se o seu cabelo já está danificado, seja pela chapinha ou pela química, é importante consultar um profissional especializado.

“O melhor tratamento para recuperar o cabelo danificado é o cronograma capilar. Ele reconstrói, nutre, estabiliza o pH e devolve a queratina e a umidade natural do fio, além de fechar a cutícula para evitar a perda de nutrientes”, destaca. “Em casos extremos, no entanto, a única alternativa é o corte. Se não for sua ideia, o melhor a se fazer é ser cautelosa, sempre utilizar bons produtos e procurar por profissionais qualificados, ” finaliza.