Conheça o alongamento e a permanente de cílios

Técnicas que valorizam o olhar podem ser repetidas a cada 60 dias

Hoje, além da tradicional máscara de cílios, há muitas técnicas que prometem realçar essa parte da face. Duas das mais pedidas são o alongamento e a permanente. Ambas valorizam o olhar, deixando-o mais sensual e iluminado. Mas há diferenças fundamentais entre elas. A seguir, Jane Muniz, mestre em visagismo facial e sócia-fundadora do Spa das Sobrancelhas, detalha cada uma.

Permanente | É indicada para cílios retos. Eles recebem a aplicação de um produto que modifica temporariamente a estrutura do fio. Depois, coloca-se um bigudim (similar a um bobe de cabelo) para curvá-los. É preciso permanecer com ele cerca de 15 a 30 minutos, dependendo da espessura do fio. O efeito dura cerca de 45 dias.

Alongamento | Ideal para quem tem cílios curtos ou pouco expressivos, assim como para quem deseja mais volume. Consiste na aplicação de fios sintéticos junto aos fios naturais. Dura até 21 dias, com manutenção semanal ou a cada 10 dias.

Cuidados

Segundo Jane, nenhuma das técnicas enfraquece os pelos e ambas podem ser repetidas a cada 60 dias. No entanto, não são indicadas para pessoas de pele muito sensível, com patologias na pele, gestantes e lactantes.