Roer as unhas pode prejudicar a saúde bucal

Desgaste dos dentes e tendência ao bruxismo estão entre as possíveis consequências
mulher a roer as unhas
18 years old girl

Roer as unhas é um hábito muito comum entre pessoas de todo o mundo. De acordo com um estudo publicado na revista PubMed.com, esse vício afeta de 20 a 30% da população mundial e acomete pessoas de todas as idades. O que muitos não se dão conta ao alimentar esse hábito repetidas vezes ao longo do dia é do quanto isso pode ser prejudicial à saúde dos dentes e da região bucal.

De acordo com Sidnei Goldmann, especialista em estética bucal e implantes dentários, crianças e adultos que roem as unhas podem desgastar, lascar ou fraturar os dentes, bem como prejudicar a gengiva. Além disso, é possível que essas ações aumentem o risco de bruxismo, que é o ato de ranger ou apertar os dentes, e que também está relacionado a fatores psicológicos como a ansiedade.

“Esse hábito é prejudicial não apenas aos dentes, mas à saúde bucal como um todo. Sabemos que é difícil ser contido, mas algumas ações podem ajudar a controlar. Assim como o dentista ajuda a amenizar as consequências do bruxismo, para o caso de roer as unhas também existem algumas ações e técnicas que podem ser aprendidas para suavizar o problema”, explica Goldmann.