Controle sua vida para ser mais feliz

Saber exatamente como empregar o tempo é receita para um dia a dia mais descomplicado

Para muita gente, a palavra controle dá desespero. É comum ouvirmos afirmações como “o governo me controla” ou “meu chefe me controla”. O que se percebe é que algumas pessoas não têm, realmente, controle sobre a sua própria vida. Elas entram em um modo de descontrole total, no ritmo daquela famosa música: “deixa a vida me levar”.

O problema acontece quando se percebe que isso levou a algum lugar onde não se queria ir – e fica-se insatisfeito. “É fundamental termos o controle de tudo: sonhos, problemas, destinos, objetivos e de toda a nossa vida. Afinal, é isso que nos aproxima dos objetivos. Quem controla, por exemplo, a sua preguiça, consegue vencer um pouco mais a procrastinação. Quem controla a vontade de comer doce, consegue mais sucesso na dieta”, diz Christian Barbosa, especialista em administração de tempo e produtividade da Triad PS, empresa de consultoria na área de produtividade, colaboração e administração do tempo.

Como ter mais controle?
Engana-se quem acha que isso é simples de se conseguir. É preciso disciplina constante. Comece controlando as atividades diárias. “Muita gente deixa as coisas surgirem, ficam perdidas e começam a fazer o que está gerando mais pressão. Em vez de se comportar dessa maneira, entre no modo de operação ‘eu controlo o que vou fazer’”, diz Christian. A melhor forma conseguir isso é registrar tudo, com algum aplicativo, quadro branco, software ou mesmo agenda de papel. Estes registros permitem que você saiba exatamente o que precisa ser executado. Assim, sua capacidade de controle sobre as suas operações e sua produtividade aumenta.

Dia a dia mais feliz
Uma rotina com mais controle e planejamento gera liberdade. Com organização, você acaba tendo mais tempo livre. Assim, pode escolher o que fazer e preencher o dia com mais coisas importantes, que te proporcionarão alegria. “Busque sempre planejar os três próximos dias para que sejam o mais produtivos possível. Os resultados serão muito positivos”, diz o consultor.