Que tal ser voluntário no exterior?

O “voluntarismo” traz benefícios não só para a sociedade, mas também para a pessoa que abraça uma causa

Fazer trabalho voluntário em outro país é uma excelente oportunidade de unir a vontade de viajar com o prazer de fazer a diferença no mundo. Fabiana Fernandes, especialista da CI Intercâmbio e Viagem, de São Paulo (SP), lista quatro motivos para arrumar as malas e fazer boas ações pelo mundo.

1) Você fará diferença na sociedade | Ao fazer o trabalho voluntário, você estará ajudando muitas pessoas. “É verdade que não faltarão momentos de diversão e turismo, mas o foco principal é melhorar a comunidade local ou preservar o meio ambiente. Seja ao fazer uma criança sorrir ou ao auxiliar na recuperação de um animal selvagem, esse é o momento de dedicar um bom tempo para deixar o mundo melhor”, comenta.

2) Você fará conexões com boas pessoas | A especialista explica que o primeiro contato com integrantes de um grupo de diferentes nacionalidades pode ser um choque cultural, mas as diferenças logo somem ao trabalharem em prol da mesma causa. “Essa é uma excelente forma de se conectar com pessoas que compartilham dos mesmos interesses que você. Também é uma chance de estabelecer parcerias e formar um bom networking”.

3) A viagem fará bem para a sua saúde mental | Apesar do foco do voluntariado ser o de fazer o bem para o próximo, ele também trará benefícios para você: aumento da autoestima, alívio do estresse e até mesmo combate à depressão. O trabalho voluntário dá um propósito e um significado maior para a vida. Isso faz o voluntário se sentir bem consigo mesmo e otimista sobre o que fez.

4) Você dará um upgrade no currículo | Ter a experiência demonstra que o candidato desenvolveu o espírito de equipe, pró atividade e boas habilidades de comunicação.