Cuidados antes de engravidar

Exames médicos e mudança de alguns hábitos podem ser necessários

No planejamento da gestação, a casal deve abandonar vícios como tabagismo e diminuir o consumo de bebidas alcoólicas, iniciar a prática de atividades físicas, receber algumas vacinas e ter uma alimentação saudável e equilibrada. Além disso é indicado, também, fazer o chamado check-up da fertilidade.

“O médico solicita exames básicos, como de sangue, Papanicolau e de imagem”, explica obstetra e ginecologista Rodrigo da Rosa Filho, de São Paulo (SP).  O exame de dosagem sérica do hormônio Anti-Mulleriano (HAM) também deve fazer parte deste check-up.

“Ele serve para identificar se a quantidade de óvulos da mulher é compatível com a sua idade”, afirma o médico. A investigação do perfil genético e imunológico do casal é outro fator importante, já que problemas imunológicos – que podem ser detectados por exames clínicos e com tratamento simples – ainda são responsáveis por cerca de 20% dos casos de abortos espontâneos.

Cuidados prévios para planejar a gravidez
Mesmo antes da realização dos exames e investigações específicas, a mulher pode tomar alguns cuidados, com acompanhamento médico, e começar a mudar alguns hábitos:

1) Abandone vícios. Álcool e cigarro são extremamente prejudiciais para a sua saúde e do bebê que vem aí.

2) Tome suplementação.  As mais importantes são a de ácido fólico, vitamina que ajuda a diminuir as chances de má formação fetal e problemas no tubo neural do bebê, e vitamina D.  Nas mulheres com deficiência desse nutriente, sua reposição pode ajudar a engravidar e diminuir os riscos da gestação.

3) Monitore seu período fértil. Anote numa agenda ou calendário os dias do seu ciclo. Assim, pode saber qual o momento mais adequado para engravidar.

4) Controle o peso. É normal que a mulher ganhe peso durante a gestação, mas em excesso, pode prejudicar a saúde e trazer complicações para o parto. O ideal é engravidar com o peso adequado.