Filtro solar na infância diminui câncer de pele no futuro

Produto pode reduzir risco em 40%, segundo estudo

Um estudo publicado no Journal of the American Medical Association Dermatology (JAMA Dermatology) apontou uma relação entre o uso de fotoprotetor em crianças e o risco do desenvolvimento de melanoma, o tipo mais perigoso de câncer de pele, na idade adulta.

“Pesquisadores australianos, ao reunirem dados de cerca de 1.700 pessoas, num período de 4 anos, incluindo de algumas que foram diagnosticadas com melanoma, descobriram que a fotoproteção na infância pode reduzir o risco da doença em 40% antes dos 40 anos”, explica Lucas Portilho, pesquisador em Cosmetologia, farmacêutico e diretor científico da Consulfarma, em Campinas (SP).

Causas e prevenção
Embora a principal causa do melanoma seja genética, a exposição solar também influencia. “Por isso, é fundamental o uso de filtro solar diariamente, independentemente da estação do ano ou do clima, já que, mesmo em um dia nublado, 80% da radiação UV atravessa as nuvens”, alerta a dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Academia Americana de Dermatologia, também de Campinas (SP).

Autoexame
As chances de cura são de mais de 90% quando há detecção precoce da doença.  O autoexame dermatológico ajuda bastante, principalmente em pessoas de pele clara, que possuem antecedentes familiares de câncer de pele, tomaram muito sol antes dos 30 anos, possuem muitas pintas, manchas e sardas por exposição solar anterior ou que já retiraram pintas com diagnóstico atípico. “O procedimento pode ser realizado 1 vez por mês, na frente do espelho e de preferência com luz natural”, indica a dermatologista. A seguir, ela ensina como fazê-lo:

  • Examine o rosto, principalmente nariz, lábios, boca e orelhas.
  • Observe o couro cabeludo: separe os fios com um pente ou use o secador para melhor visibilidade. Se houver necessidade, peça ajuda.
  • Preste atenção nas mãos e entre os dedos.
  • Levante os braços, para olhar axilas, antebraços, cotovelos. Vire de costas e observe a pele destas regiões num espelho grande.
  • Foque no pescoço, peito e tórax. As mulheres também devem levantar os seios para prestar atenção aos sinais onde fica o sutiã. Olhe também a nuca e por trás das orelhas.
  • De costas para um espelho de corpo inteiro, use outro para olhar com atenção os ombros, costas, nádegas e pernas.
  • Sentada, observe a parte interna das coxas, bem como a área genital.
  • Na mesma posição, olhe os tornozelos, o espaço entre os dedos e a sola dos pés.