Vacina contra HPV previne câncer

O vírus atinge cerca de 55% da população brasileira

O Papilomavírus humano, ou HPV, é um vírus sexualmente transmissível e que infecta pele e mucosas da boca ou das áreas genital e anal, provocando verrugas e diferentes tipos de cânceres em homens e mulheres. Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 30% dos tumores provocados por vírus no mundo são causados pelo HPV.

De acordo com a pediatra Renata Scatena, diretora da Casa Crescer, clínica especializada em imunização em São Paulo (SP), na maioria das vezes, os sintomas do HPV podem não aparecer ou só surgir meses ou anos após a infecção. “As consequências podem ser o surgimento de verrugas genitais ou câncer, dependendo do tipo de HPV envolvido”, informa a médica.

Vacina é solução

A prevenção das doenças causadas pelo HPV depende da imunização e da realização periódica de exames preventivos. O uso do preservativo ajuda, mas não é 100% eficaz.

“A vacinação é recomendada para homens e mulheres a partir dos 9 anos de idade, fase em que a resposta às vacinas é mais alta e ainda não houve contato com o vírus. Mas as pessoas mais velhas ou que já foram infectadas também se beneficiam, uma vez que as vacinas contêm mais de um tipo de HPV em sua formulação”, explica a pediatra.

O Brasil é o primeiro país da América do Sul a oferecer imunização para meninos.