Benefícios da musculação

Para especialista, doenças que causam perda muscular devem ter a modalidade como parte do tratamento

A prática regular da musculação ajuda no controle de doenças dislipidêmicas (acúmulo de gordura nas artérias e aumento dos níveis de triglicérides) e mantém a glicose em níveis saudáveis, além de diminuir os riscos de doenças do aparelho locomotor, como osteoporose, artrose e artrite reumatoide.

É por isso que, para Altino Andrade, profissional de educação física da rede de academias Just Fit, qualquer doença que cause perda muscular deve ter a musculação como parte do tratamento. “Em doenças como aids e câncer, tem sido cada vez mais percebida a importância deste tipo de exercício físico na recuperação e diminuição da perda da massa muscular. Isso dá mais qualidade de vida ao paciente e, estando mais ativos, também ficam com o sistema imunológico menos frágil”, diz.

Outras vantagens

Em longo prazo, os exercícios de força também atuam beneficamente no organismo. “Nos idosos, é possível perceber como a musculação é essencial. Sua prática facilita atividades cotidianas como levantar e sentar, carregar sacolas, brincar com os netos etc”, comenta Andrade.  Esse tipo de treino ainda evita as fadigas excessivas, acidentes e limitações funcionais.