Como conquistar uma barriga lisinha?

Personal trainer desvenda os principais mitos e verdades sobre perda de gordura na região do abdome

Quer uma barriga chapada? Carol Borba, personal trainer da Queima Diária – plataforma online dedicada ao setor fitness e de bem-estar – comenta o que é real e o que é mito quando se trata de eliminar gorduras localizadas nesta região.

Cerveja e bebidas alcoólicas aumentam a gordura na região do abdome.
Mito. As bebidas alcoólicas são muito calóricas por conta do álcool, mas o que aumenta a gordura abdominal é o excesso de calorias ingeridas. O acúmulo de gordura abdominal de quem exagera no álcool é o mesmo de quem consome bacon ou não abre mão de uma sobremesa, por exemplo. As pessoas costumam falar que é “barriga de cerveja, mas na verdade é barriga de quem exagera no consumo de calorias!

Ingerir refeições ricas em fibras favorece a diminuição da barriga.
Verdade. Quando combinadas com água, as fibras fazem com que o intestino funcione melhor. Muitas vezes, o inchaço abdominal pode ser causado pelo mau funcionamento do intestino, causando inchaço.

Abdominais diminuem a gordura desta região.
Mito. Eles ajudam no fortalecimento da musculatura local e favorecem a postura, mas a gordura só é perdida com uma dieta balanceada e exercícios aeróbicos, responsáveis pela queima generalizada de gordura.

Bermudas e cintas modeladoras definem a silhueta e ajudam na contração de gordura.
Mito. Elas apenas modelam a cintura, pelo tempo que estiverem sendo usadas.

Ingerir alimentos de 3 em 3 horas ajuda a diminuir barriga.
Depende. O hábito é excelente. Porém, o que faz a diferença é a qualidade dos alimentos ingeridos. Se são calóricos, ricos em açúcares e gorduras, não ajudarão na redução de gordura. Por outro lado, uma ingestão de alimentos saudáveis dentro deste período, somada a um gasto calórico diário moderado, favorece o emagrecimento.