Treinar na TPM faz bem!

Mesmo que a vontade seja de ficar em casa, vá para a academia

Alterações hormonais influenciam muito no desempenho físico. Por isso, na TPM, é comum termos menos vontade de praticar atividades físicas. Além disso, a liberação de prostaglandina, substância que faz o útero contrair para eliminar o endométrio em forma de sangramento, pode causar cólicas, também diminuindo a vontade de se mexer.

“Justamente por isso que a academia não pode ser deixada de lado nesta fase, já que ainda alivia esses sintomas”, afirma Maurício Rossi, personal trainer, de São Paulo (SP).

Aeróbios são alternativa

“Durante a prática, o organismo libera endorfina, hormônio responsável pela sensação de prazer e bem-estar, que vai acelerar o metabolismo e contribuir também para a melhora da circulação sanguínea”, diz. Mas, se não há disposição para o treino completo, uma alternativa é apostar em atividades aeróbicas como a esteira e a bicicleta – sem esquecer do alongamento.