Yoga para fortalecer os músculos

A modalidade fortalece e traz benefícios para o corpo todo

A prática de yoga pode, sim, ajudar a fortalecer os músculos. A professora Renata Zanotto, da plataforma online Namu Cursos, diz que, no caso dessa modalidade, o treino de força utiliza o peso da própria pessoa. A seguir, ela cita os benefícios que os exercícios voltados para isso trazem para cada parte do corpo:

Mãos e braços |Ao fortalecer essa região, previne-se lesões por esforço repetitivo, dormências, dores no punho, bursite e tendinite.

Ombros |Protegem tendões e articulações e previnem o desenvolvimento de tendinites, bursites, artrites e artroses. Além disso, esta área é uma das que mais sofre com a má postura. Ao torná-la forte e alongada, aumenta-se sua capacidade de sustentação, impedindo a sobrecarga que pode levar a dores, tensões e problemas estéticos.

Costas e abdome|Reduzem o esforço nas vértebras e discos vertebrais, o que contribui para prevenir e diminuir dores, além de melhorarem o alinhamento postural. Outro ponto importante é o desbloqueio de energia, já que as costas é o local onde os principais canais energéticos, os nadis, estão estruturados. Então, para que o prana, ou energia vital, circule no corpo, é preciso que estejam desobstruídos.

Pernas |Fortalecer essa parte do corpo ajuda a se movimentar melhor, caminhar e correr com mais agilidade. E melhora o equilíbrio, tanto para as posturas em pé quanto para evitar quedas no dia a dia. Os músculos da perna são longos, por isso têm bastante força e se beneficiam muito de exercícios de alongamento.

Pés |Trabalhar e aumentar a consciência desses membros é muito importante, já que os pés sustentam e mantêm o equilíbrio. O corpo tem mais de 70 mil terminações nervosas nos pés e eles podem refletir a saúde dos órgãos como um espelho, chamadas zonas reflexas. Pequenas alterações na pisada podem gerar desvios ou dores na coluna e em outras articulações.

Tornozelos e panturrilhas |Os tornozelos são articulações de mobilidade. Torná-los mais fortes aumenta sua mobilidade e impede que o joelho, por exemplo, absorva mais impacto do que deveria. As panturrilhas são chamadas de segundo coração, pois atuam no retorno do sangue venoso ao local. É muito importante que elas estejam firmes para manter a saúde cardiovascular.