Quiropraxia: benefícios para os idosos

Prática não tem contraindicação e é recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS)

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a quiropraxia é considerada uma das mais eficazes ciências para a prevenção de desordens da coluna vertebral causadas pelos maus hábitos posturais do cotidiano.

É recomendada para todas as idades, porém, quando se trata dos idosos, a técnica se torna essencial para uma vida mais ativa e com qualidade. Segundo o quiropraxista David Porto, diretor da Clínica Mais Coluna, em São Paulo (SP), isso se deve ao fato de que passamos a vida sem dar importância para os hábitos posturais diários. Ao utilizarmos o corpo de forma inadequada, acabamos acelerando a sobrecarga e, consequentemente, o desgaste nas estruturas da coluna vertebral.

Alívio de dores
“Na terceira idade nos deparamos com uma realidade bastante particular quando se trata da saúde da coluna vertebral. As articulações estão mais rígidas, os ossos mais frágeis. A dor não passa, há limitação nos movimentos, e os efeitos colaterais dos medicamentos consomem, causando assim uma verdadeira guerra química dentro do organismo”, explica o profissional.

Com a quiropraxia, o idoso consegue ganhar movimento nas articulações e reduzir expressivamente os níveis de dor. “A quiropraxia em pacientes idosos, no entanto, exige adaptação, substituindo técnicas mais vigorosas pelas mais suaves, preservando a integridade óssea do paciente idoso”, afirma.

Confira, abaixo, alguns dos benefícios da quiropraxia.

– Alívio da dor na coluna vertebral, ombro, cotovelo, punho, quadril, joelho e tornozelo.

– Melhora da disposição física e qualidade de vida.

– Prevenção de novas lesões da coluna vertebral.

– Prevenção do agravamento dos processos degenerativos da coluna vertebral.

– Redução do uso de medicamentos (anti-inflamatórios, relaxantes musculares e analgésico).