Gastrite: alimentação adequada pode ajudar a combater o problema

Confira os alimentos que devem ou não fazer parte do cardápio
Businesswoman having strong stomach ache. Syndroms of indigestion pregnancy. Elegant woman suffer on belly pain. Filtered.

Você conhece a gastrite? Ela é uma inflamação na mucosa do estômago que pode ser desencadeada por bactérias presentes no órgão, uso de medicação prolongada, intolerância a alguns alimentos e aumento da secreção estomacal. Muito incômodo, esse problema pode ser combatido com medicamentos, no entanto, também requer cuidados com a composição do prato. “O tratamento do problema é feito com medicamentos, mas a alimentação tem um papel decisivo na melhora do quadro”, explica André Veinert, nutrólogo da Clínica Healthme Gerenciamento de Perda de Peso, de São Paulo (SP).

Além disso, é essencial prestar atenção nos horários das refeições, uma vez que ficar muito tempo sem comer pode causar irritações na mucosa estomacal e desencadear uma crise. “No estômago, o alimento funciona como uma barreira, por isso faça refeições a cada três horas”, aconselha Veinert. Mas, nada de excessos, ok? É importante optar por alimentos leves, saudável e que favoreçam o funcionamento do estômago. “Fique de olho na quantidade e temperatura dos alimentos, não coma nada muito quente, por exemplo”, afirma.  Confira abaixo alguns itens que devem ser evitados e priorizados na alimentação, de acordo com o especialista.

Aliados |Para manter a saúde estomacal, aposte em: ovos, mamão, batata, brócolis, pão integral, gelatina, iogurte, água de coco e sucos naturais. “A banana ou a biomassa de banana verde também é indicada. Quando o paciente é diagnóstico com gastrite significa que o estômago está habitado por bactérias ruins, a banana vai ajudar as bactérias boas a permanecerem vivas e recuperar o tecido estomacal”, explica. Além disso, legumes e verduras refogadas ajudam a controlar a acidez do estômago. Uma boa dica é apostar em chás nos intervalos das refeições, como o de melissa, erva-cidreira, camomila e erva-doce, pois aliviam os sintomas da gastrite.

Inimigos | Fique longe de frituras; carnes gordurosas; queijos amarelos; embutidos e temperos fortes, como pimenta, mostarda, noz-moscada e páprica. “Alguns pacientes precisam controlar também as frutas, pois as ácidas, como o abacaxi, a acerola e o limão pioram a dor”, alerta Veinert. E muita atenção ao cafezinho e às bebidas alcoólicas, elas podem aumentar a produção de ácido estomacal, o que contribui com o surgimento de crises.

Atenção| Certamente você já deve ter ouvido que leite pode ajudar a acabar com incômodos estomacais. Isso é até verdade no primeiro momento, pois ela contribui com o alivio dos sintomas da doença, no entanto, depois ela estimula a produção de ácidos estomacais, o que agrava o quadro.