Alimentos que viciam

Sorvete, batata frita e chocolate podem causar sensação de “quero mais”

Sim, existem alimentos que possuem substâncias capazes de fazer você entrar em um círculo vicioso: quanto mais você come, mais aumenta a vontade de comer. Outros fatores que facilitam o “vício” são estresse, ansiedade, descontrole e medo.

“Diante dessas situações, as pessoas tendem a buscar uma válvula de escape, que muitas vezes está na comida”, diz a nutricionista Catia Ruthner, do W Estética & Spa, no Rio de Janeiro (RJ). A seguir, a expert lista os principais alimentos que viciam o paladar.

Batata frita tipo chips | As industrializadas são processadas com gordura hidrogenada, para deixá-las mais crocantes. Prefira batatas preparadas em casa, no forno. Vale salpicar alguns condimentos, como alecrim.

Pizza | Quanto mais processada, mais tem ingredientes que irão viciar suas papilas gustativas. Prefira preparar a massa em casa e escolha itens mais saudáveis para o recheio. Abobrinha, rúcula, tomate orgânico e ervas são algumas opções.

Sorvete | Os industrializados são altamente calóricos, ricos em açúcar refinado e gordura saturada. Que tal preparar seu próprio sorvete em casa? Bata no liquidificador frutas frescas como morango, abacaxi (acrescente hortelã) banana (com canela) e adicione iogurte natural.  Leve ao refrigerador e espere endurecer.

Chocolate | Os doces geram energia rápida para o cérebro, trazem prazer e sensação de aconchego. No entanto, em excesso, fazem mal para saúde e produzem radicais livres, liberando substâncias pró-inflamatórias. Substitua-os por alimentos como oleaginosas, banana e aveia em flocos.

Pão branco | A farinha branca é rapidamente digerida pelo nosso organismo. Assim, logo estaremos com fome novamente.  O mesmo acontece com um prato de macarrão. Em aproximadamente em 50 minutos, você já estará com fome de novo, o que pode causar aumento de peso. Escolha pães ou alimentos que levem farinha integral ou grãos, como linhaça e chia. Eles diminuem o índice glicêmico e dão mais saciedade.