Ativo encontrado no açafrão atua contra a psoríase

Gel à base de curcumina reduz atividade da doença em mais de 70% dos pacientes, segundo estudo

A psoríase é uma doença crônica que atinge cerca de 3% da população mundial. É caracterizada pela vermelhidão e descamação da pele. A causa ainda é desconhecida e, como não tem cura, o tratamento é apenas o controle da doença. A boa notícia é que há novidades nesta área.

“A curcumina, um princípio ativo encontrado no pó da raiz do açafrão-da-Índia, apresenta ação antioxidante e anti-inflamatória, protegendo o tecido dos radicais livres e atuando como um inibidor de uma enzima envolvida na inflamação da pele, a PhK”, explica o farmacêutico Lucas Portilho, e diretor científico da Consulfarma, em Campinas (SP).

Gel de curcumina
Segundo o especialista, a curcumina é eficaz no tratamento da psoríase pois existe relação entre a enzima PhK, que é inibida pela substância, e a doença.

“Um estudo realizado com 647 pessoas avaliou os efeitos de tratamento baseado na exclusão de fatores ativadores da PhK e do uso tópico da curcumina”, conta.

Para isso foi utilizado um gel à base deste ativo, aplicado topicamente, uma vez por dia, durante quatro meses.

“Após as 16 semanas de tratamento, os resultados indicaram que a combinação da curcumina tópica e a eliminação de fatores ativadores da enzima foi eficaz em produzir uma redução significativa da atividade da psoríase em 72,2% dos pacientes”, finaliza Portilho.