Mitos e verdades sobre alimentos integrais

Como saber se um cookie é realmente integral? Todo biscoito é fonte de fibras? Veja respostas

Você é daqueles que querem uma dieta equilibrada, mas fica perdido diante da gôndola de biscoitos e cookies do supermercado? Para ajudar na escolha, a nutricionista Jaqueline Mathias, da consultoria Equilibrium para a marca Adria Plus Life, esclarece mitos e verdades sobre alguns alimentos.

Se o biscoito tiver farinha integral está garantido que o produto é realmente integral.
Mito. Para ser considerado integral, o cereal deve aparecer como primeiro ingrediente da lista no rótulo da embalagem e ser o único a compor o produto. Se o primeiro ingrediente do rótulo for farinha de trigo integral, aveia integral, ou flocos de arroz integral, o biscoito ou cookie e não conter outro tipo de grão refinado, indica que é realmente integral.

Fazer lanches entre as refeições com alimentos ricos em fibras ajuda a saciar a fome.
Verdade. Além de manter a saciedade, as fibras ajudam no trânsito intestinal, são aliadas na redução do colesterol LDL (também conhecido como mau colesterol) e ainda ajudam a equilibrar os níveis de açúcar no sangue.

Alimento fonte de fibras é diferente daquele que contém fibras.
Verdade. Qualquer alimento à base de cereais integrais contém algum teor de fibras. Mas, para ser considerado fonte de fibras, o alimento deve contar com pelo menos 2,5g por porção.

Algumas pessoas têm intolerância a cereais integrais.
Mito. Não existe intolerância aos grãos integrais, mas sim pessoas com diagnóstico de doença celíaca, uma desordem no sistema autoimune. Elas não devem consumir produtos com glúten, sejam eles integrais ou refinados. Para a maioria das pessoas, os cereais integrais podem fazer parte de uma alimentação equilibrada.