Você sabe o que é alopecia areata?

O problema atinge barbas, sobrancelhas, bigode, cílios e até pelos do corpo
mulher com alopecia areata

A alopecia areata é uma doença inflamatória associada à alteração no sistema imunológico. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o problema afeta de 1 a 2% da população, podendo acometer ambos os sexos.

Quando nos referimos à doença, a maioria das pessoas a relaciona à queda dos fios ou às falhas no cabelo. No entanto, ao contrário do que se pensa, o distúrbio acomete não só o couro cabeludo, mas também as sobrancelhas, a barba, o bigode, os cílios e os pelos do corpo. Há inclusive casos em que todos os pelos do corpo caem (alopecia universal).

De acordo com a dermatologista Cíntia Guedes Mendonça, a doença não tem uma causa definida, mas geralmente é associada ao estresse e à genética. Entre os sintomas, estão a sensação de queimação ou coceira, além da região ficar com aspecto liso, arredondado e com coloração rosada.

Para Thiago Bianco, médico referência em implante capilar, a perda brusca dos cabelos pode ser assustadora, mas é possível reverter a queda e corrigir as falhas no couro cabeludo por meio de corticoides por via oral ou injetáveis. “Após poucos meses, o paciente já pode notar o crescimento de novos fios, porém existem casos de recidivas. Vai depender da reação de cada organismo”, conclui.

“A alopecia não tem cura por ser autoimune. O ideal é controlar os efeitos com os tratamentos recomendados pelo médico, já que a doença pode surgir uma única vez ou repetidas vezes”, adverte a dermatologista.