Quatro cuidados imprescindíveis após a extração do siso

12/09/2018 | Da Redação
SaúdeSaúde Destaque
Facebook twitter E-mail Imprimir

Alimentação e medicação adequada evitam dores e inflamações

Todo mundo tem medo, mas, um dia, chega a hora de fazer a cirurgia para extração do siso, dente que pode começar a nascer na adolescência ou no início da vida adulta. “Após o procedimento cirúrgico, é normal ocorrer inchaço e dor por cerca de três a quatro dias. Nesse período, é fundamental evitar alimentos quentes e abrir mão das atividades físicas”, aconselha Talita Poli Biason, gerente médica da unidade de Medicamentos Isentos de Prescrição (MIP), do Aché Laboratórios, de São Paulo (SP).

De acordo com a especialista, a cirurgia estimula reações inflamatórias nos tecidos ao redor do local, inclusive com possíveis feridas que ficam expostas ao ambiente com bactérias, vírus e fungos, comuns na boca. Por isso, existem alguns cuidados que devem ser tomados para garantir uma recuperação mais tranquila e sem transtornos, reduzindo a margem de desconforto e riscos. Vejam quais são.

Alimentação | Nos dias que sucedem a cirurgia, a alimentação deve ser líquida e pastosa, como sopas, purês, vitaminas e sucos. É essencial evitar comidas quentes, já que podem causar sangramento e desconforto.

Uso de medicação | Na maioria das vezes é necessário o uso de medicamentos para impedir que o local da extração infeccione ou inflame. Podem ser usados analgésicos, anti-inflamatórios e, em alguns casos, até  antibióticos, que devem ser prescritos pelo especialista.

Evitar fumo e bebida alcoólica | Ambos prejudicam a cicatrização. No caso do cigarro, é recomendado suspender o seu uso após a cirurgia, pois as substâncias tóxicas do cigarro interferem na cura. Já o álcool irrita a mucosa oral, por isso o consumo deve ser evitado até que o local esteja totalmente reestabelecido.

 Retorno ao consultório | É importante que o paciente retorne ao consultório odontológico sete dias após a extração do siso para remover os pontos, com exceção dos pontos do tipo reabsorvíveis, cuja remoção é desnecessária.