Como e para quê usar fio dental?

A limpeza dos dentes evita uma série de problemas

O fio dental é frequentemente recomendado por dentistas para completar a rotina de cuidados bucais. No entanto, muita gente ainda não incorporou o hábito. A seguir, a dentista Isabella Mendes, consultora da marca GUM, esclarece as principais dúvidas a respeito do uso do acessório.

1) Uso antes ou depois da escovação?
Embora não haja uma regra, a especialista recomenda o uso antes. Quando o fio fica para depois, muitas pessoas sentem que já limparam os dentes e acabam abandonando a prática. Já se for passado antes, remove a placa bacteriana de maneira eficaz e sem correr o risco de deixar de lado uma etapa tão importante.

2) Quantas vezes por dia tenho que usar?
O ideal é passar em todas as escovações, ou seja, cerca de três vezes por dia. Se não for possível, dê preferência para usá-lo à noite. Quando dormimos, temos a redução do fluxo salivar, o que deixa os dentes e a boca desprotegidos contra cárie, gengivite e outros problemas. Como ficamos um longo período expostos às bactérias, é imprescindível que antes do sono seja feita uma rotina de limpeza completa.

3) Vai sangrar?
É um erro relacionar o sangramento gengival ao uso do fio dental. Ele ocorre justamente quando não é feita a limpeza interdental corretamente, o que deixa o tecido gengival mais exposto à placa bacteriana. Trata-se de um sinal de inflamação e não pode ser ignorado. O uso frequente e correto do fio dental evita esse tipo de incômodo. Em casos de sangramento, a dentista recomenda que o fio seja passado de maneira delicada e, se não houver uma melhora no quadro, é necessário procurar um dentista.

4) Por que usar o fio dental?
Problemas na região bucal podem interferir no funcionamento de todo o corpo. A boca é exposta a diversas bactérias diariamente e, se não existe limpeza adequada, uma pequena inflamação gengival pode se transformar em algo mais grave, cujos malefícios se espalham pela corrente sanguínea e podem causar problemas ainda mais sérios. É essencial que se procure um especialista para evitar que as doenças tenham desdobramentos complicados e as bactérias atinjam órgãos como o coração.