Cuidado com os olhos no check-up anual

Diagnóstico precoce de doenças oculares aumenta as chances de cura

A bateria de exames realizados uma vez por ano deveria incluir, também, os oftalmológicos. Quem afirma é a oftalmologista Márcia Beatriz Tartarella, diretora da Sociedade de Oftalmologia Pediátrica da América Latina, de São Paulo (SP). A seguir, ela cita os principais motivos para isso.

1) Maioria das doenças oculares é assintomática | Por isso são tão perigosas e exigem a realização de exames oftalmológicos preventivos. Glaucoma, catarata e deslocamento de retina podem ser detectados num simples exame. Quando diagnosticadas precocemente, podem ser tratadas de forma eficaz e até revertidas.

2) O exame oftalmológico pode ajudar no diagnóstico de outras doenças | Hipertensão arterial, diabetes, disfunções de tireoide e até mesmo tumores estão entre as doenças que podem ser detectadas e acompanhadas pelo oftalmologista. O mapeamento de retina, ou retinografia, mais conhecido como exame do fundo do olho, é o que melhor identifica sintomas relacionados a essas doenças.

3) A prevenção é importante em todas as idades | Crianças, adultos e idosos necessitam de cuidados diferentes com a visão. Por isso, é importante fazer avaliação oftalmológica em todos os estágios da vida. Para as crianças, é imprescindível que se realize o exame da motilidade ocular, que detecta o estrabismo, e também o de acuidade visual. Já para as pessoas com mais de 40 anos, em que a probabilidade de vista cansada e de doenças como catarata e glaucoma é maior, é necessário realizar o exame de fundo de olho e a tonometria, mais conhecida como medida de pressão intraocular.